:: Home

Plantio do Milho

E-mail Imprimir PDF

Plantar, cuidar e colher o milho faz parte do ritual de produção da matéria-prima para o prato principal da Festa. Para reviver e tornar público esta etapa que antecede o preparo da polenta, a Afepol arrebanha seus voluntários para promover o plantio, o cultivo e a colheita do milho. A intenção é reviver, da mesma forma que os nonnos, todo o ritual da cultura do milho.

O plantio acontece sempre no mês de abril. Crianças, jovens e adultos se reúnem para cumprir a primeira parte do ritual com a mesma simplicidade dos tempos antigos: roupas, comidas para o lanche e música para confraternizar no final.

Numa viagem no tempo para homenagear os imigrantes italianos, os voluntários arregaçam as mangas, colocam a enxada nas costas e vão para a roça. Num arado quase cenográfico, garante-se o milho que vai para o Paiol do Nonno. Lá, o turista, na ocasião da Festa da Polenta, pode ver como as espigas ficavam guardadas, prontas para serem debulhadas e virarem farinha no moinho de pedra.

Antigamente era assim: enquanto os homens abriam as pequenas covas, as mulheres vinham logo atrás semeando e cobrindo com os pés. E quando vem o cansaço, todos fazem uma parada com direito a café, crôstolli, broto de chuchu, banana da terra e inhame cozidos, pinsa e outras receitas do café dos nonnos.

Joomlart