FESTA DA POLENTA
DESDE 1979, PRATICANDO SOLIDARIEDADE E FAZENDO O BEM. FAÇA VOCÊ TAMBÉM!
 

Histórico da Festa da Polenta

Em 1979, acontece a primeira Festa da Polenta, em uma estrutura improvisada no pátio do Colégio Salesiano (hoje Fioravante Caliman). Teve missa do evento com a participação do Coral Santa Cecília.

Dona Erlinda Falqueto Caliman, popular Arlinda, com sua experiência de cozinhar para uma grande família, ficou durante cinco anos à frente da cozinha, junto com Alcino Falqueto, Rafael Zandonade, Angelina Brioschi, e as irmãs Aniceta, Lúcia, Enedina e Cacilda Caliman, dentre outras voluntárias de igual valor. A cozinha era precária, o fogão improvisado e a cobertura de lona, o que a tornava um verdadeiro forno.

A partir da 6ª Festa, Rafael Zandonade ficou durante três anos à frente da Cozinha. Depois Dona Cacilda Caliman Lorenção enfrentou o comando dos fogões durante mais três anos, seguida de Idalete Falqueto (e o esposo Dácio), que até hoje fazem parte da equipe.

As atrações das primeiras festas se limitavam às apresentações do Coral Santa Cecília e a missa sempre fez parte da programação.

Em 1991, o evento ganha personalidade jurídica com a criação da AFEPOL - Associação Festa da Polenta

Em 1995, foi construído pela Municipalidade, o Centro de eventos que recebeu o nome do criador da Festa da Polenta, Padre Cleto Caliman.

Em setembro de 1996, foi iniciada a construção da sede da AFEPOL.

Em 1989, teve inicio dentro da programação da festa da polenta o esporte de aventura em motocicletas, o Enduro da Polenta, que hoje é denominado ENDURO NACIONAL DA POLENTA, com participação de pilotos do Brasil inteiro, no evento mais saboroso do Brasil. 

A Festa da Polenta é organizada e executada por cerca de 1.500 voluntários distribuídos em diversas equipes.

Desde a criação, em 1979, a festa mantem seu cunho filantrópico e após o evento, realiza-se uma Assembleia Pública, na qual a diretoria presta contas e submete o evento a uma avaliação, quando é definida a distribuição de parte dos recursos arrecadados para as entidades filantrópicas do município, bem como a própria Afepol, que mantém projetos culturais e promove eventos que reverenciam a cultura do imigrante italiano.

Tecnologia do Google TradutorTradutor