FESTA DA POLENTA
DESDE 1979, PRATICANDO SOLIDARIEDADE E FAZENDO O BEM. FAÇA VOCÊ TAMBÉM!
 

Presidente da Afepol realiza prestação de contas na Sessão da Câmara Municipal

Paulinho destacou o trabalho dos voluntários e a importância da Associação para o desenvolvimento do Município

Na 24ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Venda Nova realizada ontem (26), o Presidente da Associação Festa da Polenta – Afepol, Paulo Mazzoco, fez uso da Tribuna Livre para prestar informações em relação a Associação, do trabalho realizado e o que ainda será feito.

“Não se faz Festa da Polenta só com a direção da festa ou só com os voluntários. A festa é feita com um somatório de pessoas.  São mais de 1.500 pessoas!”,  explicou o Presidente, dando início a sua fala.

A atual Diretoria da Festa se reúne toda a semana, mantendo as medidas de segurança e prevenção ao coronavírus. Desde janeiro, já foram adquiridas mesas, cadeiras, computadores, ar-condicionado, cortinas e câmeras de segurança, dando mais modernidade e conforto. Dentre os atos já realizados este ano, estão:

  • Participação no desfile das Escolas de Samba, no Carnaval de Vitória;
  • Arrecadação de alimentos para as vítimas das enchentes que aconteceram no mês de janeiro, somando mais de cinco caminhões com doações realizadas pela comunidade;
  • Novas contratações, reduzindo o custo;
  • Novo site, com um layout mais dinâmico, bonito e responsivo, além de ter todo o histórico da Festa, suas Diretorias e uma área exclusiva para o cadastro dos voluntários, modernizando o processo;
  • Aprovação, junto a Prefeitura Municipal, para regularizar o uso das áreas que a Afepol já utiliza;
  • Construção e ampliação, também com o apoio do Poder Executivo, de um banheiro exclusivo para os voluntários e um espaço onde eles possam descansar e se alimentar. Licitação já realizada;
  • Reforma das mesas e bancos, que foram pintadas de amarelo e terão frases alusivas ao bem-estar. As mesas ainda serão dobráveis, o que facilitará na hora de guardá-las. O número de cadeiras plásticas, portanto, será diminuído, gerando menos despesa;
  • Construção de três reboques para carregar as mesas e bancos, permitindo o armazenamento de maneira adequada;
  • Ajuste no crachá dos voluntários, que será menor, com fotografia e um número de identificação (ID). Assim, se a pessoa esquecer o crachá no dia da Festa, basta informar o seu nome, documento ou ID e o sistema fará a identificação, trazendo mais conforto e segurança aos voluntários;
  • Homenagem aos voluntários que já faleceram, sendo entregue às famílias;
  • Modernização do Conselho Fiscal, digitalizando e categorizando todas as Notas Fiscais de pagamentos realizados, seguindo um único padrão;
  • Entrega de 15 caixas de álcool 70% e máscaras para o Hospital Padre Máximo e outras instituições;
  • Participação da Live Solidária do Leo Gomes que arrecadou doações e mantimentos para o HPM e outras instituições.

Em toda a sua fala, o que fica mais claro é a preocupação com o cuidado e respeito aos voluntários e às pessoas que fazem parte da Festa da Polenta.

Em relação à realização da Festa da Polenta, Paulinho deixou clara a sua preocupação e dúvida. “Tudo dependerá das recomendações das autoridades. A gente ainda vai fazer a Festa porque estamos no mês de maio, mas quem vai dizer se faz ou não, são os órgãos reguladores”, explicou, destacando a preocupação com a saúde de todos.

A Festa da Polenta não é apenas um evento. Ela afeta direta e indiretamente Venda Nova. Ano passado, o evento arrecadou quatro milhões de reais de valor bruto, utilizado para cobrir os custos e o lucro foi distribuído para as instituições do Município. Além disso, gera renda do posto de gasolina ao supermercado, através dos turistas que visitam a cidade. “Quem faz essa engrenagem girar são os voluntários”, ressaltou o Presidente.

“Seriedade e respeito ao voluntariado. Que cada um de nós possa continuar sendo um impulsionador dessa mola importante, essa mola verdadeiramente justa, essa mola do voluntariado. A gente só se move porque tem mola interna e a principal mola de Venda Nova é o voluntariado. Assim a gente faz todo o dia uma obra diferente. Porque a gente faz sempre com o coração”, finalizou Paulo Mazzoco.

Os Vereadores agradeceram às informações prestadas e parabenizaram a Associação e seus voluntários por todo o trabalho realizado. O Presidente da Câmara, Francisco Carlos Foletto, classificou a fala como emocionante, e destacou: “A Festa da Polenta congrega tudo de bom e o de mais nobre que esse Município tem para vender a sua imagem para o País, que é o voluntariado”. 

Christiane Giori Fiório   

  Veja Mais

Comunicado Serenata Italiana 2020

Confira o Comunicado da Diretoria da Associação Festa da Polenta sobre a Serenata Italiana 2020

Saiba mais 

Live Solidária com música pop e tradicional italiana dia 28 de junho

Trio de Venda Nova do Imigrante (ES) irá arrecadar doações para hospital e famílias carentes do município

Saiba mais 

Afepol e Leo Gomes realizam prestação de contas da live solidária

Evento arrecadou quatro mil reais e quatro mil e quinhentos quilos de alimentos

Saiba mais 

Afepol realiza live solidária em parceria com o cantor Leo Gomes

Objetivo é ajudar as instituições de saúde do Município no combate ao coronavírus

Saiba mais 
Exibindo de 1 a 4 resultados (total: 9)

  Deixe seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário
Tecnologia do Google TradutorTradutor